Carregando...
Atos 3:19 - Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor, e envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio.

Igrejas que Militam na Obra em Restauração

Participe de nossos cultos. Encontre uma Congregação mais próxima de você.

Carregando ...

Artigo - OS TEMPOS DETERMINADOS

OS TEMPOS DETERMINADOS

Quando focamos nossa mente na Palavra de Deus nos tempos determinados passamos á ver as incríveis revelações de Deus para os tempos do fim, o Apocalipse ele é todo formado na revelação destas coisas que Deus apresentou no passado como sombras, mas diz Paulo,” o corpo é Cristo” Colossenses: 2;16-17

Publicado em 05/06/2019 - 779 Visualizações - 1 comentário

OS TEMPOS DETERMINADOS

 

Quando focamos nossa mente na Palavra de Deus nos tempos determinados passamos á ver as incríveis revelações de Deus para os tempos do fim, o Apocalipse ele é todo formado na revelação destas coisas que Deus apresentou no passado como sombras, mas diz Paulo,” o corpo é Cristo” Colossenses: 2;16-17

Pois Deus o Espírito Eterno apresenta Cristo de Diversas maneiras desde o seu nascimento, sofrimento, sacrifício e morte, também estendem para sua ressurreição até sua segunda vinda ao estabelecimento de seu Reino.

Quando nós olhamos para (LV.23 Det.16 Joel 2 Oséias.6 Is.51), começamos á enxergar o propósito de Deus, isso tudo vai ser somado em Apocalipse, e la vai estar a revelação desses tempos

Porque lá se mostra a realidade, por isso voce precisa entender as profecias citadas pelos profetas e a aplicação das coisas na Lei executadas pelos filhos de Israel, para voce entender, as cartas de Paulo, por exemplo; elas estão cheias de citações das leis de Deus sobre os tempos determinados, Paulo fala sobre plantação (lavoura 1Cor.3;9), Colheita, plantação de trigo e fala também de casa de Deus, tudo isso é reflexo da lei de Deus, pois existe duas maneira de voce enxergar o antigo testamento, literal e espiritual, quando Ela falava de sua casa era no sentido espiritual e Paulo destaca isso, em 2 Cor. 3;13-18 Paulo fala que os que estão debaixo da Lei (primeira aliança)  sobre o coração deles esta posto o véu, quando eles se converte á Cristo lhes cai o véu e eles passa á ver á Cristo, porque a sombra se vai e passam a ver a realidade que é Cristo porque estavam preso á sombra, mas vindo a realidade que é Cristo, no sacrifício seu sangue é aspergido na mente do homem apaga as sombras purifica o altar (casa espiritual), faz o homem mudar de vida e seus hábitos, esse é o benefício que o sangue de Cristo nos proporciona como cordeiro de Deus para purificar-nos de nossos pecados, quando lemos as escrituras com o espírito voltado para Deus, observamos que lindas revelações nos foram dadas na ressurreição e muito mais nos Serão dadas no momento da vinda Dele, voce vera que na Lei quando o sumo Sacerdote saía do Santo dos Santos com o pecado do povo espiado (isso vai se cumprir no retorno de Cristo pois aquilo era sombras). Aos Heb.9..

Nas 70 semanas de Daniel e as sete Maravilhas (Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para 1- cessar a transgressão, 2- e para dar fim aos pecados, 3- e para expiar a iniqüidade, 4- e trazer a justiça eterna, 5- e selar a visão 6- e a profecia, 7- e para ungir o Santíssimo. Dn9:24).

Mas esse é um assunto mais detalhado que consome mais tempo.

Mas vamos ver alguns textos que vai expressar essa idéia deste estudo

Na realidade quando falamos de sombras esta querendo dizer pré-figuras ou um mostruário daquilo que vai ser, então Deus quer que nós olhemos para a antiga aliança para ver a nova.

Exemplo: Cristo é o nosso Sumo Sacerdote que esta á destra de Deus, e olhando lá na lei do sobre o sumo sacerdote, vemos que a Noiva dele teria que ser uma virgem pura, não podia ser viúva ou prometida á outro mas, uma virgem imaculada (Lev.21;7,8), e nesse ponto vemos que Cristo possui uma noiva separada para Ele, uma virgem sem macula Ef.5;27 esse é só um dos pontos, veja que João Batista o chama de noivo (João 3;29) e de agricultor e ceifeiro aquele que tem a pá que colhe seu trigo no celeiro mas separa a palha para queimar (Mt.3;12), quando João fala isso ele tem em mente uma plantação de trigo e o tempo determinado da colheita isso é a lei as Festas determinadas por Deus, porque voce vai ver que fala de primícias, de colheitas, e a festa das primícias era apresentado os primeiros frutos das colheitas e só encerrava na festa das cabanas, só que para haver colheitas tinha que haver chuvas (temporã e serôdia), tudo isso não acontece por acaso pois Deus esta nos falando por meios de figuras, observando isso vamos ver o que o Apostolo Paulo nos fala, “Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo; Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade;Col. 2:8,9” em Hb. 9 diz que “os sacrifícios terrenos não aperfeiçoava ninguém na execução dos mesmos”, mas sim nós em Cristo é que estamos sendo aperfeiçoados porque é Dele que vem a plenitude , essa perfeição a mudança de consciência do homem também, aqui ele nos apresenta um ponto chave que se voce tiver a lei em mente poderá entender o que ele quer dizer aqui “nele também foste circuncidados não por intermédio de mãos mas no despojamento da imundícia do corpo da sua carne que é a circuncisão de Cristo”, isso aqui é uma linda revelação que passa batido pela mente de muitos porque, porque quando se fala de circuncisão voce tem que ter em mente toda a lei de Deus, Paulo fala que todo aquele que se deixa circundar terá que cumprir tudo que a Lei fala, então quando ele fala em circuncidar não na lei mas em Cristo, voce tem que ter em mente a realidade porque assim como na primeira aliança voce se circuncisava era obrigado a obedecer todas as ordenanças da lei (Gal.5;3), começando pela páscoa a primeira festa o início do circulo Páscoa,  asmos, primícias, petencostes e assim por diante, mas em Cristo já não é mais as sombras então quando ele se circuncida em Cristo não é mais sombra e sim a realidade Cristo nossa Páscoa (Cordeiro), pão azimo, primícias.....

Na primeira aliança aquele que se circuncidava passava a ser parte de Israel já não havia mais diferença entre o estrangeiro e o Israelita natural, assim também a circuncisão em Cristo que é a do coração nos coloca em paz com Deus fazendo parte da cidadania de Deus (Efésios 2; 11ao 15), tornando nos parte de Israel não havendo mais diferença entre Judeus e Gentios isso faz parte da aliança que Deus prometeu nova aliança com as duas casas de Israel (Judá e Benjamim primeira casa, Efraim representando a segunda casa com Gentios e as nove tribos) por isso a introdução dos gentios na nova aliança (Jer. 31;31) havia um corpo em formação apontando para uma realidade as sombras apontava para o real ou seja Cristo, por isso em Hebreus cap. 9 nos detalha a cerca destas coisas desde o Tabernaculo seus ofícios, hoje entendemos tudo aquilo que eles fazia mas para eles estava posto o véu, e Paulo pode entender e passar para nós que aquelas coisas era sombra das coisas que ia acontecer porem o corpo éra Cristo, ele fala das festas começando pela páscoa (Cristo nossa páscoa) azimo,(pão sem fermento) Primícias (morte e ressurreição) e o Petencoste (revestimento de poder) Trombetas (pregação do Evangelho) Período em que o Sumo Sacerdote esta no Santo dos Santos Expiando o Pecado até o retorno de Cristo e o estabelecimento do seu Reino (festa dos Tabernaculos), tudo isso esta exemplificado nas festas, podemos ver tudo isso colocado por Paulo em suas cartas, veja o que ele fala em 1 Cor. 5;7-9 ele fala desta festa não literal mas transpondo a sombra para a realidade quer dizer para o espiritual, uma nova massa sem pecado por isso ele fala “tirai o fermento” ou seja o pecado o pão é Cristo mas a massa vem antes e antes da massa vem o trigo e olhando deste ângulo vemos o trigo sendo plantado João 12;24 quando Cristo homem foi lançado na terra teria que morrer, então veja o que Paulo esta revelando que o grão morreu nasceu vários grãos foi triturado amassado pra formar o pão (corpo de Cristo) sem pecado (sem fermento) vemos este ciclo nas festas o cordeiro no Egito foi morto para livrar Israel da íra, o sangue do Cordeiro era a barreira que impedia a morte de entrar na casa e a carne era o alimento para os manter fortes e aptos para a jornada que se iniciaria rumo á Canaã, quando Lemos o Cap. 15 de 1 Coríntios encontramos as primícias quando la em LV. 23 vemos sacerdote apresentar o feixe (oferta movida) para que o povo fosse aceito isso acontecia no primeiro dia após o Sábado, vemos o petencoste é quando Deus aceita o povo (revestimento de poder), é quando Cristo na glória á destra de Deus cumpre a promessa no seu ministério celestial de Sumo Sacerdote da Ordem de Melquisedeque, derrama o Espírito Santo sobre á Igreja pois assim como Arão foi ungido com o Óleo sobre sua cabeça e desceu ao corpo, isso era a figura de Cristo e a Igreja pois Cristo é a Cabeça e a Igreja é o Corpo dele e sendo Ele ungido o corpo também recebe a unção vemos isso no petencoste, revestimento de poder, então observamos; Páscoa representa Cristo sacrificado e morto, Azimo representa Cristo tirando o pecado, Primícias representa Cristo a Primícia de Deus, (o molho da oferta de movimento), que é isso?.. bem os filhos de Israel recebeu o estatuto da lei que; quando entrasse na terra deveria observar este mandamento dos primeiros frutos da terra todos os anos, no início da colheita separava os primeiros frutos ao senhor, como essa oferta vinha representada pelas dose tribos o Sacerdote pegava um feixe amarrado e balançava perante Deus como se dissesse eis aqui Senhor a oferta do campo que o povo lhe trouxe (este feixe representava o Messias) a partir deste dia o povo contava sete semanas de Sábado no dia seguinte quinquagésimo dia ou seja o primeiro dia da semana era o Petencoste (em grego), este período é chamado em hebraico: SHAVUÔT- A FESTAS DAS SEMANAS e assim vemos algo maravilhoso, o Messias como Cordeiro de Deus, no sepulcro como Azimo (sabemos que o grão de trigo quando amassado triturado gera a farinha e a farinha o Pão e o Pão vai ao forno-sepulcro), na ressurreição como Primícias á Deus nos representando, e no Petencoste a unção da Igreja confirmando que fomos aceito: Depois das Primícias conta-se o Omer (feixe), a contagem dos 50 dias é chamada de “contando o Omer“, contando os feixes. A nação de Israel ressuscitou quando saiu das águas do Mar Vermelho e 50 dias depois Deus deu a eles a Lei, a Torah. Jesus ressuscitou e 50 dias depois Deus nos concedeu o Ruach HaKodesh (o Espírito Santo). Ambos os casos citados tem o mesmo propósito (João 16.13-14 e Gálatas 5.22-23). Para ser participantes da natureza Divina (2 Pedro 2:4)                                                                                                                                                                                   Essas quatro etapas se cumpriram faltam ainda três que são: Trombetas ou Yom Teruah (O Dia do Estrondoso Despertar), Espiação ou Yom Kippur (dia do perdão-cobertura do pecado) e a Festa dos Tabernaculos ou SUKKOT.

 

Este assunto será nosso próximo estudo

 

Pr. José Ramos

 

Deixe seu comentário

Preencha os campos abaixo para comentar

Digite seu nome
Digite seu e-mail
Digite seu comentário
Igrejas que Militam na Obra em Restauração 2020 - Todos os Direitos Reservados