Carregando...
Atos 3:19 - Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor, e envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio.

Igrejas que Militam na Obra em Restauração

Participe de nossos cultos. Encontre uma Congregação mais próxima de você.

Carregando ...

Artigo - BABILÔLNIA FÍSICA E ESPIRITUAL

BABILÔLNIA FÍSICA E ESPIRITUAL

Ao estudarmos perspicazmente as Escrituras Sagradas sobre o tema “Babilônia e sua Origem” vamos descobrir algo mais profundo no sentido Espiritual.

Publicado em 26/07/2021 - 270 Visualizações - 2 comentários

Ao estudarmos perspicazmente as Escrituras Sagradas sobre o tema “Babilônia e sua Origem” vamos descobrir algo mais profundo no sentido Espiritual.

Pois bem; sua origem não começou com “Hamurabi” (Babilônia foi o nome da capital da Suméria, na antiga Mesopotâmia, que atualmente é o Iraque. Babilônia significa "Porta de Deus"; os judeus, no entanto, dizem que é um termo de origem hebraica, que significa "grande confusão" e inclusive aparece na Bíblia). Babilônia tem origem com “Ninrode” bisneto de Noé sendo filho de Cuxe que era filho de Cam, este Ninrode vem da raiz hebraica maradh, que significa “rebelar”. “Cuxe gerou também Ninrode, o primeiro homem poderoso na terra”. Ele foi o mais valente dos caçadores, e por isso se diz: “Valente como Ninrode”. No início o seu reino abrangia Babel, Ereque, Acade e Calné, na terra de Sinear. (Hoje Iraque)

Dessa terra ele partiu para a Assíria onde fundou Nínive, (hoje Atual Turquia-Istambul) Reobote-Ir, Calá e Resém, que ficam entre Nínive e Calá, a grande cidade. Gên10:8-12, Ele é chamado de gibbor, “guerreiro”, e isso certamente implica que Ninrode era um tipo de herói (no aspecto de poder) na antiguidade. Muitos intérpretes relacionam a expressão “poderoso caçador perante o Senhor” com sua possível tirania, no sentido de “caçador de homens”, e não apenas de “feras”. Isso parece correto considerando uma referência em Jeremias 16:16.

Além disso, a palavra “caça” em vários escritos antigos se refere a uma campanha militar onde se recrutava pessoas para compor os exércitos do império romano, (dele escreveu Flávio Josefo) "Pouco a pouco, transformou o estado de coisas numa tirania, sustentando que a única maneira de afastar os homens do temor a Deus era fazê-los continuamente dependentes do seu próprio poder. Ele ameaçou vingar-se de Deus, se Este quisesse novamente inundar a terra; porque construiria uma torre mais alta do que poderia ser atingida pela água e vingaria a destruição dos seus antepassados. O povo estava ansioso de seguir este conselho, achando ser escravidão submeter-se a Deus; de modo que empreenderam construir a torre [...] e ela subiu com rapidez além de todas as expectativas."

Isso já nos dá uma visão panorâmica dos tempos futuros para suas ideias ser implantadas em sua posteridade, da Assíria surgiu o imperador soberano Puzurassur I 1 950 a.C. e por Último Assurubalite II c. 612 a.C. neste Período surge a Antiga Babilônia e as ideias de Ninrode continuavam dominando o mundo sem DEUS (YHWH= YUD HEI WAV HEI) (hebraico) (ler história do império Babilônico em interface com a Bíblia), assim poderemos entender os tempos atuais Geopolíticos e religioso/espiritual ao estudar perspicazmente as Escrituras Sagradas sobre o tema principalmente Apocalipse cap. 17 e 18 vamos ver que esta Babilônia aparece no plano material e espiritual pois, no sistema político atual, cada dia que passa fica mais evidente a figura de um sistema Anti-Deus (Anti-Cristo) manipulando as massas para seguir suas práticas doutrinárias para uma independência de DEUS (“Alegra-te sobre ela, ó céu, e vós, santos apóstolos e profetas; porque já Deus julgou a vossa causa quanto a ela”. Apocalipse 18:20

Vemos que os santos apóstolos estão no novo Pacto e os profetas no antigo Pacto assim podemos ver uma transição de poderes acompanhando as transições das figuras do VT para as realidades do NT.

Tivemos Israel trabalhando nas figuras (“Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados,
Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo” -
Col. 2:16,17) assim também o diabo vem agindo através do sistema Babilônico no campo político e espiritual/religioso usando do Sofismo para enganar os fiéis da terra, mas temos o DEUS TODO PODEROSO com seus olhos atentos (“Os meus olhos estarão sobre os fiéis da terra, para que se assentem comigo; o que anda num caminho reto, esse me servirá”. Salmos 101:6). Seria possível DEUS usar o salmista para profetizar (ser a boca de DEUS) para seus contemporâneos usando a conjugação verbal futura como ele a fez?...  Creio que não, e a Palavra de DEUS dá a sua resposta como prêmio àquele que busca.

Veja “Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono” - Apocalipse 3;21, (do Rei Davi a João em Apocalipse há uma linha de tempo de aproximadamente 1.100 anos) se houve uma mulher em Israel profetiza e influenciou o rei, que influenciou o povo de Deus no passado, vemos em apocalipse o mesmo espirito daquela mulher agindo em nossos dias (Apoc. 2.20), mas também vemos o mesmo espírito que estava sobre Moises e Elias agindo no Povo de Deus nos dias finais (nas duas casas de Israel: Judeus e Gentios segundo a carne, mas israelitas segundo o Espirito Gal. 6.16) portanto, assim como Daniel mesmo vivendo dentro de Babilônia com seus irmãos não se contaminou, ou seja, não viveu as práticas contaminantes da Babilônia, antes foi conselheiro e primeiro ministro dos reis (ainda que Nabucodonosor quis fazer dele um filho da Babilônia mudando seu nome) não conseguiu porque ele já tinha uma identidade com o verdadeiro DEUS

Daniel é exemplo para os fiéis até os dias de hoje para quem quer servir a DEUS, portanto no que diz respeito à vida física do sistema babilônico atual (político), e do babilônico espiritual estamos fora! (E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas”. Apocalipse 18:4)

Observação: a meretriz de Apocalipse 17 é Babilônia do Capitulo 18, no sentido figurado a mulher que tem o Esposo é a Igreja, a mulher que não tem um esposo fixo é a adultera (meretriz) pois ela não está interessada em agradar nenhum marido, mas a si própria, somente por meio de suas atitudes podemos ver a diferença entre a verdadeira e a falsa, (Luxúria, sensualidade, indecência, adultério tanto físico como espiritual etc..), são características evidentes dessa personagem montada na besta (sistema de governo humano do Cap.17); ela estar montada significa dizer organizada em seus métodos, dogmas e doutrinas, então todas as “empresas” franqueadas deve trabalhar de acordo com o material fornecidos pela matriz (mãe), pois são suas afiliadas ou filhas.

   Cada anjo de Congregação examine com diligência como tem conduzido as ovelhas perante o SENHOR JESUS CRISTO nesses tempos do fim, Apocalipse 1;20

Carinhosamente vosso conservo no SENHOR                                                                                                       

Pr. José Ramos

Deixe seu comentário

Preencha os campos abaixo para comentar

Digite seu nome
Digite seu e-mail
Digite seu comentário
Igrejas que Militam na Obra em Restauração 2021 - Todos os Direitos Reservados