Carregando...
Atos 3:19 - Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor, e envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio.

Igrejas que Militam na Obra em Restauração

Participe de nossos cultos. Encontre uma Congregação mais próxima de você.

Carregando ...

Artigo - Batismo em Nome de JESUS...

Batismo em Nome de JESUS...

O estudo extraído do livro O QUE É OBRA EM RESTAURAÇÃO? tem como propósito, elucidar algumas dúvidas ainda exitentes nas cabeças de alguns irmãos, apresentado o verdadeiro mandamento de Jesus Cristo a respeito do batismo. Posteriormente, é realizado um breve resumo concernente ao tema "Irmãos ainda que separados", demonstrando a verdadeira identidade da família de Jesus Cristo.

Publicado em 29/06/2015 - 4958 Visualizações - 11 comentários

O estudo extraído do livro O QUE É OBRA EM RESTAURAÇÃO? tem como propósito, elucidar algumas dúvidas ainda exitentes nas cabeças de alguns irmãos, apresentado o verdadeiro mandamento de Jesus Cristo a respeito do batismo. Posteriormente, é realizado um breve resumo concernente ao tema "Irmãos ainda que separados", demonstrando a verdadeira identidade da família de Jesus Cristo.

BATISMO EM NOME DE JESUS

Mateus 28.19 "Portanto ide, ensinai todas as nações batizando-as em NOME do PAI, e do FILHO e do ESPÍRITO SANTO”.
Notem que o Mestre disse: Em NOME (SINGULAR) do PAI (TÍTULO), e do FILHO (TÍTULO) e do Espírito Santo (TÍTULO), portanto temos aqui três títulos que indicam uma pessoa que tem um nome.
 
Jesus não disse para seus discípulos batizarem as nações repetindo ou "remedando" as palavras: Pai - Filho – Espírito Santo, mas sim em NOME. O caro leitor pode perguntar-me: Não é a mesma coisa? NÃO! Porque as palavras Pai, Filho, Espírito Santo não são nomes, são apenas títulos que indicam uma pessoa que tem UM NOME e este NOME É JESUS. JESUS é o NOME revelado.

Não obstante, sabendo da oposição à verdade, daremos algumas razões pelas quais devemos batizar em Nome de Jesus.
Nosso irmão Pedro acabara de ouvir do Senhor Jesus (Mt 28.19) como devia batizar, acabara de receber o Espírito Santo (no Dia de Pentecostes), cujo Espírito deveria guiá-lo em toda verdade. Seria possível Pedro ter cometido algum erro ou equívoco, mandando e batizando o povo em nome do Senhor Jesus? (At. 2.38-41). Não! Nunca!

Toda remissão de pecados é em nome do Senhor Jesus, (Lc. 24.47).Tudo o que se faz por palavras ou por obras, fazei em NOME DO SENHOR JESUS... (Cl. 3.17).
De todos os batismos registrados nas Escrituras, em nenhum se usou os títulos: Pai, Filho e Espírito Santo; porque os apóstolos bem sabiam que o pai, e filho e o espírito santo; são três manifestações de UM SÓ DEUS; assim apenas invocaram o Nome do Senhor Jesus, porque é o nome sobre todos os nomes e todo joelho se dobrará diante deste nome no céu, na terra, e embaixo da terra. (Is. 45.23, Rm. 14.11, Fl. 2.10).

Veja algumas referências sobre o batismo: At. 8.16, At. 10.48, At. 19.5, At. 22.16, Rm. 6.3, Gl. 3.27 - todos realizados Em Nome do Senhor Jesus.
Ainda em At. 4.12 encontramos: "...Nenhum outro nome há dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos”. O nome de família é Jesus; se somos seus filhos devemos então tomar o seu nome.

E mais, a "noiva" (Igreja) sempre toma o NOME do marido; se não tivermos o nome de família, como poderemos ser herdeiros? (Ef. 3.15; 5.23).
Se, somos filhos e não apenas criaturas, somos também herdeiros, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo (Rm. 8.14-17). Ora, se o prezado leitor quiser ser herdeiro, terá que receber o NOME daquele que transmitirá a herança – JESUS.

Se apenas recebestes a invocação dos títulos Pai, Filho e Espírito Santo (note não são nomes) lembra-te de que a Palavra diz: "E todo aquele que invocar o NOME do Senhor será salvo". Qual é a tua condição? Em que nome fostes batizado?

Pois não há distinção entre judeus e gregos, uma vez que é o mesmo Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. (Rm. 10.12-13).

A Bíblia não registra nem sequer um batismo realizado na trindade, antes todos foram realizados em nome do Senhor Jesus.

Concluímos que Jesus Cristo veio manifestar o NOME de Deus aos homens: João 5.43: "Eu vim em NOME de meu Pai”; João 14.26: "... o Espírito Santo, que o Pai enviará em MEU NOME”; João 17.6: "Manifestei o TEU NOME aos homens”; João 17.26: "E eu lhe fiz conhecer o TEU NOME”

IRMÃOS, AINDA QUE SEPARADOS

E sabido que Deus tirou seu povo do mundo de dogmas e credos romanistas, começando por Martinho Lutero, com a grande reforma, e prosseguindo com outros seus servos até a sua igreja chegar aos nossos dias:

"OS TEMPOS DA RESTAURAÇÃO DE TUDO" (Atos 3:21).

É óbvio que pelo nome se constitui uma família, todos quantos tem o mesmo nome são a mesma família, ainda que longe ou separados dela.

O romanismo forma uma família com todos que utilizam seu credo Atanaziano ou o dogma da SS.Trindade; assim consideram irmãos todos que usam seu dogma no batismo, ainda que separados deles.

Eles não aceitam (graças a Deus) os que invocam o NOME DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO no batismo.

Assim sendo: os que usam seu dogma batismal participam de "sua comunhão" e os que recebem o nome de Jesus formam uma outra família. Compõem outra mesa e participam de outra comunhão: a de Jesus, como indica o nome em que são balizados.

A respeito disso o Código de Direito Canônico, promulgado por João Paulo II, Edições Loyola 1.987, SEGUNDA EDIÇÃO REVISTA E AMPLIADA com a LEGISLAÇÃO COMPLEMENTAR DA CNBB, em seu CÂN. 869 parágrafo 2, diz conservar "para eles" a presunção de validade do batismo conferido em comunidades acatólicas, sendo apresentado em seu rodapé pesquisa feita pela CNBB, junto aos evangélicos no Brasil, que se encontra no verbete "Batismo" do Guia Ecumênico (Col. Estudos da CNBB, Num. 21). Lá se conclui que os padres:

1- devem aceitar os batismos realizados pelas denominações:
A)- Igrejas Orientais;
B)- Igreja Vétero - Católica;
C)- Igreja Episcopal do Brasil ("Anglicanos");
D)- Igreja Evangélica de Confissões Luterana no Brasil (IECLB);
E)- Igreja Evangélica Luterana do Brasil ( IELB);
F)- Igreja Metodista;
2 - devem aceitar verificando se o batismo foi efetuado segundo o rito prescrito por essas Igrejas:
A)- Igrejas Presbiterianas;
B)- Igrejas Batistas;
C)- Igrejas Congregacionistas;
D)- Igrejas Adventistas;
E)- A maioria das Igrejas Pentecostais (Assembléia de Deus, Congregação Cristã do Brasil, Igreja do Evangelho Quadrangular, Igreja Deus é Amor, Igreja Evangélica Pentecostal "O Brasil para Cristo");
F)- Exército da Salvação (este grupo não costuma batizar, mas quando o faz, realiza-o de modo válido - que se entenda, válido para o Clero);
3 - Devem duvidar e administrar novo batismo para quem foi balizado pelas Igrejas:
A)- Igreja Pentecostal Unida do Brasil (esta Igreja batiza apenas "Em Nome do Senhor Jesus", e não em nome da SS.Trindade);
B) -Igrejas Brasileiras por se duvidar da intenção de seus ministros;
Caro irmão, não esteja preso aos tentáculos romanistas pelo dogma batismal em sua denominada SS. Trindade; esteja antes nos braços paternais de Nosso Senhor Amado e Glorioso Jesus Cristo pelo batismo em seu NOME eterno.

 

Extraído do livro: O QUE É OBRA EM RESTAURAÇÃO?

Autor: Pr. Samuel Alves de Arrruda.

Maanaim Editora – 1995 – 1.ª ed.

 

Obra em Restauração

Ibitinga - SP

Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. - Provérbios 3:5

Deixe seu comentário

Preencha os campos abaixo para comentar

Digite seu nome
Digite seu e-mail
Digite seu comentário
Igrejas que Militam na Obra em Restauração 2017 - Todos os Direitos Reservados