Carregando...
Atos 3:19 - Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor, e envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio.

Igrejas que Militam na Obra em Restauração

Participe de nossos cultos. Encontre uma Congregação mais próxima de você.

Carregando ...

Artigo - A SÍNDROME DA “LABIRINTITE”

A SÍNDROME DA “LABIRINTITE”

Como saber se está com aquilo que eu chamo de “Síndrome da Labirintite”?

Publicado em 19/03/2018 - 145 Visualizações - 0 comentários

E consideremo-nos uns aos outros, para nos estimularmos ao amor e às boas obras,

Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.

Hebreus 10:24 e 25

             Como saber se está com aquilo que eu chamo de “Síndrome da Labirintite”?

Vivemos em um mundo onde o egoísmo, a soberba e o individualismo toma conta. Muitos vivem como se a sua vida fosse o centro das decisões, tendo a preocupação de buscar apenas os seus deleites ou prazeres, a satisfação e benefícios pessoais, sem a menor preocupação se as suas atitudes irão aborrecer ou prejudicar aqueles que estão à sua volta, seja na vida pessoal, profissional ou espiritual.

            Mas, quando olhamos para a Palavra de Deus vemos que os ensinos são para considerarmo-nos uns aos outros, e como se considera alguém?

            Considerar é valorizar, reconhecer as qualidades e incentivar as pessoas a ver e usar o seu potencial, assim há estímulo ao amor e às boas obras.

            Nos aconselha também, à admoestar uns aos outros, o que é isso?

            Admoestar nos trás o sentido de aconselhar, avisar, orientar alguém da sua maneira de proceder, e isso se completa com o texto que nos adverte sobre a chegada “daquele dia”, o grande e glorioso dia do Senhor.

            Porém, há aqueles que questionam, como olhar para as pessoas, se elas só nos fazem mal?

            Encontramos a resposta nas escrituras em Efésios 4:32, que diz: “Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.”

            Agir com benignidade é ter bondade, misericórdia é ter compaixão e solidariedade, e devemos perdoar, da mesma forma que precisamos do perdão de Deus.

            Veja ainda o que nos orienta o Apóstolo Paulo em Gálatas 5:26, “Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.”

            Seja paciente, não seja egoísta, não se irrite e nem tenha inveja dos outros, saiba que você faz parte de um mundo, e não tem um mundo para si. Entenda que o mundo não gira ao seu redor, e que as circunstâncias da vida não são objetos para teu favorecimento e nem as pessoas à tua volta estão apenas para te servir.

            Saiba conviver com as diferenças, usando-as para que a vida seja completada, pois o padrão da perfeição não é um homem, mas Cristo Jesus, o verdadeiro Deus.

            Crie condições para reconhecer e mostrar o valor daqueles que estão à tua volta, sejam dos que trabalham ou cultuam contigo.

            Cuidado, pois quando você olha e te vê como centro e todas as coisas girando à tua volta, você pode estar com a síndrome da labirintite, que é um comportamento que te traz desequilíbrio, ansiedade e a sensação que tudo acontece por tua causa. Por isso, podemos comparar com a labirintite física. Essa, você precisa procurar um médico, porém, a síndrome que descrevo precisa de ajuda espiritual para alcançar a cura e equilíbrio, expandindo a tua visão, sabendo o valor de cada indivíduo na vida.

 Medite:

 Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. (Gálatas 6:2)

 Pr. Wilson de Lima Salustiano

Mestre em Psicologia Pastoral

Deixe seu comentário

Preencha os campos abaixo para comentar

Digite seu nome
Digite seu e-mail
Digite seu comentário
Igrejas que Militam na Obra em Restauração 2018 - Todos os Direitos Reservados