Carregando...
Atos 3:19 - Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor, e envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio.

Igrejas que Militam na Obra em Restauração

Participe de nossos cultos. Encontre uma Congregação mais próxima de você.

Carregando ...

Artigo - Decidir estar longe de Jesus, é optar pela incerteza e perigo constante, entenda!

Decidir estar longe de Jesus, é optar pela incerteza e perigo constante, entenda!

Acredito que todos já viram uma apresentação de alguém numa corda bamba, seja pela televisão ou em algum espetáculo de circo, acontece sempre a mesma coisa. De perto ou de longe

Publicado em 27/06/2020 - 899 Visualizações - 1 comentário

Introdução.
Acredito que todos já viram uma apresentação de alguém numa corda bamba, seja pela televisão ou em algum espetáculo de circo, acontece sempre a mesma coisa. De perto ou de longe, ficamos sempre na mesma tensão, torcendo para que o espetáculo acabe logo, e que o equilibrista saia logo da corda bamba, e fique longe do perigo. A vida de alguém longe de Jesus, sem conhece-lo, sem ter compromisso com ele, é semelhante a alguém se apresentando sobre uma corda bamba, estando em perigo constante por levar uma vida com a incerteza de um amanhã melhor. Alguém nesta situação pode vir a cair quando menos imagina, e quando isso a acontecer, estará numa situação complicada. A falta de relacionamento com Jesus, o Único Deus que pode proteger, garantir livramento na hora do perigo e paz em meio a tribulação, pode ser evitada. E isso com uma decisão muito simples. Buscando e conhecendo-o através da Bíblia, bem como nos relacionando com ele pessoalmente no dia-a-dia, pela santificação, orações e súplicas. Trazendo para nossas vidas as instruções contidas na sua palavra. Nós sabemos que Deus é rico em misericórdias, e são elas a causa de sermos consumidos. No entanto Deus tem seus princípios, e ele muitas vezes por mais que queira, não pode ir contra o seus estatutos. Se quisermos ser protegidos por Deus, é necessário ter o conhecimento de quem ele é, e seguirmos os seus mandamentos. Não podemos negligenciar esta verdade. Só Jesus é o Caminho a Verdade e a Vida, longe dele estaremos em constante perigo.

O desconhecimento sobre Jesus causou uma espera desnecessária.
O coxo do tanque de Betesda:
“Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda, o qual tem cinco alpendres. Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento da água. Porquanto um anjo descia em certo tempo ao tanque, e agitava a água; e o primeiro que ali descia, depois do movimento da água, sarava de qualquer enfermidade que tivesse. E estava ali um homem que, havia trinta e oito anos, se achava enfermo. E Jesus, vendo este deitado, e sabendo que estava neste estado havia muito tempo, disse-lhe: Queres ficar são? O enfermo respondeu-lhe: Senhor, não tenho homem algum que, quando a água é agitada, me ponha no tanque; mas, enquanto eu vou, desce outro antes de mim. Jesus disse-lhe: Levanta-te, toma o teu leito, e anda. Logo aquele homem ficou são; e tomou o seu leito, e andava. E aquele dia era sábado. Então os judeus disseram àquele que tinha sido curado: É sábado, não te é lícito levar o leito. Ele respondeu-lhes: Aquele que me curou, ele próprio disse: Toma o teu leito, e anda. Perguntaram-lhe, pois: Quem é o homem que te disse: Toma o teu leito, e anda? E o que fora curado não sabia quem era; porque Jesus se havia retirado, em razão de naquele lugar haver grande multidão. João 5:2-13”.

O não conhecimento de Jesus foi o motivo do sofrimento prolongado do coxo a beira do tanque. 
Este homem só ficou sofrendo por tanto tempo, 38 anos no total, por falta de conhecer a Deus antes do milagre. Isto fica evidente no versículo de João 5:13. Vemos pela narração que ao invés dele buscar uma outra forma de sair da situação, como por exemplo, tendo desejo de saber quem era o Deus que fazia os milagres no tanque. Ele preferiu ficar aguardando, e só foi alcançado pela infinita misericórdia de Deus, quando se aproximou dele no tanque, e perguntou se ele queria ficar são.
Nesta passagem percebemos que havia uma falta total de conhecimento do Senhor Jesus da parte dele, pela argumentação do mesmo em João 5:7. O coxo ainda queria argumentar, ao invés de fazer semelhante ao cego de Jericó, que ao saber que Jesus passara por onde ele estava, não cessou de clamar, até ser alcançado por este Grande Deus.
Muitos são aqueles que estão apenas argumentando os seus sofrimentos, fracassos, tristezas e desilusões, ao passo que outros tantos estão se aproximando, se santificando, desejando e clamando a Deus por misericórdia e sendo socorridos por ele.

Ezequias por conhecer a Deus e relaciona-se com Ele, foi curado centenas de anos antes do coxo, devido a sua oração.
"Naqueles dias adoeceu Ezequias mortalmente; e o profeta Isaías, filho de Amós, veio a ele e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás, e não viverás. Então virou o rosto para a parede, e orou ao Senhor, dizendo: Ah, Senhor! Suplico-te lembrar de que andei diante de ti em verdade, com o coração perfeito, e fiz o que era bom aos teus olhos. E chorou Ezequias muitíssimo. Sucedeu, pois, que, não havendo Isaías ainda saído do meio do pátio, veio a ele a palavra do Senhor dizendo: Volta, e dize a Ezequias, capitão do meu povo: Assim diz o Senhor, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração, e vi as tuas lágrimas; eis que eu te sararei; ao terceiro dia subirás à casa do Senhor. E acrescentarei aos teus dias quinze anos, e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e ampararei esta cidade por amor de mim, e por amor de Davi, meu servo." 2 Reis 20:1-6.

Vale a pena ter conhecimento real de Deus.
Decisão difícil de Davi:
E pesou o coração de Davi, depois de haver numerado o povo; e disse Davi ao Senhor: Muito pequei no que fiz; porém agora ó Senhor, peço-te que perdoes a iniqüidade do teu servo; porque tenho procedido mui loucamente. Levantando-se, pois, Davi pela manhã, veio a palavra do Senhor ao profeta Gade, vidente de Davi, dizendo: Vai, e dize a Davi: Assim diz o Senhor: Três coisas te ofereço; escolhe uma delas, para que ta faça. Foi, pois, Gade a Davi, e fez-lho saber; e disse-lhe: Queres que sete anos de fome te venham à tua terra; ou que por três meses fujas de teus inimigos, e eles te persigam; ou que por três dias haja peste na tua terra? Delibera agora, e vê que resposta hei de dar ao que me enviou. Então disse Davi a Gade: Estou em grande angústia; porém caiamos nas mãos do Senhor, porque muitas são as suas misericórdias; mas nas mãos dos homens não caia eu. Então enviou o Senhor a peste a Israel, desde a manhã até ao tempo determinado; e desde Dã até Berseba, morreram setenta mil homens do povo. Estendendo, pois, o anjo a sua mão sobre Jerusalém, para a destruir, o Senhor se arrependeu daquele mal; e disse ao anjo que fazia a destruição entre o povo: Basta, agora retira a tua mão. E o anjo do Senhor estava junto à eira de Araúna, o jebuseu. E, vendo Davi ao anjo que feria o povo, falou ao Senhor, dizendo: Eis que eu sou o que pequei, e eu que iniquamente procedi; porém estas ovelhas que fizeram? Seja, pois, a tua mão contra mim, e contra a casa de meu pai. 2 Samuel 24:10-17”. 
As experiências faz com que tomemos as deciões certas, como fez Davi:
Este texto nos mostra o que é ter conhecimento de verdade, pois a experiência de Davi com Deus, o levou a uma decisão difícil, porém acertada, pois embora ele mesmo reconhecendo seu erro, e também sabendo que horrível coisa é cair nas mãos do Deus vivo, mesmo assim ele preferiu cair nas mãos deste Deus, que é rico em misericórdia, e ele foi poupado. O conhecimento pessoal de Davi em relação a Deus, lhe permitiu saber que Deus teria misericórdia dele, e que cessaria sua ira. Precisamos aprender com Davi, e trazer o Deus das histórias bíblicas para nossas vidas, e fazer dele nosso refúgio e fortaleza.


Se for para esperar, que seja em Deus, pois ele trabalha em favor daqueles que nele espera.
Temos motivos para ter esperança:
“Oh! se fendesses os céus, e descesses, e os montes se escoassem de diante da tua face, Como o fogo abrasador de fundição, fogo que faz ferver as águas, para fazeres notório o teu nome aos teus adversários, e assim as nações tremessem da tua presença! Quando fazias coisas terríveis, que nunca esperávamos, descias, e os montes se escoavam diante da tua face. Porque desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu um Deus além de ti que trabalha para aquele que nele espera.  Isaías 64:1-4”
Se esperamos em Deus, não se preocupemos, pois este mesmo Deus dos relatos bíblicos, neste exato momento está trabalhando em nosso favor, e sua exigência é muito simples, que estejamos em santidade diante dele, o tempo todo, firmes e constantes.

Quando conhecemos a Deus, podemos ajudar na transformação da vida dos outros. 
Deus agindo através dos seus servos:
E Pedro e João subiam juntos ao templo à hora da oração, a nona. E era trazido um homem que desde o ventre de sua mãe era coxo, o qual todos os dias punham à porta do templo, chamada Formosa, para pedir esmola aos que entravam. O qual, vendo a Pedro e a João que iam entrando no templo, pediu que lhe dessem uma esmola. E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: Olha para nós. E olhou para eles, esperando receber deles alguma coisa. E disse Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda. E, tomando-o pela mão direita, o levantou, e logo os seus pés e artelhos se firmaram. E, saltando ele, pôs-se em pé, e andou, e entrou com eles no templo, andando, e saltando, e louvando a Deus. E todo o povo o viu andar e louvar a Deus;  Atos 3:1-9”. 

Certeza em quem tem crido:
Se Pedro não tivesse conhecimento, uma experiência real com Deus, não teria a fé e coragem para determinar que o coxo levantasse e andasse, nem tampouco citaria o nome do Deus em quem ele cria, mas tendo sido usado em muitos outros milagres, pois sabemos que até sua sombra curava, e assim ordenou com fé “Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda”.

Pedro sendo um agente de transformação na vida do coxo:
O coxo teve a vida transformada, tendo deixado de ser mendigo e passado a poder trabalhar pelo próprio sustento, pelo conhecimento pessoal de Pedro com Deus, o qual sabia que o Nosso Jesus, Deus e Senhor não deixaria que seu nome fosse mencionado por um homem de fé, sem realizar o milagre esperado. A fé de Pedro foi tão tremenda que chamou a responsabilidade para si mesmo e disse ao coxo: “Olhe para nós” e depois disse mais “Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, levanta-te e anda.”. Pedro tinha além de ouro e prata, ele tinha Jesus, o dono do ouro e da prata, que poderia fazer milagre na vida do coxo para que ele não precisasse mais ser envergonhado, ridicularizado, pedindo esmola e sim vivesse às suas próprias custas.

Conhecendo a Deus, ele nos revelará coisas tremendas e particulares.
Revelação particular ao apóstolo Paulo:

“Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu. E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe)  Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar.  2 Coríntios 12:1-4”.

Deus tem coisas especiais e particulares para revelar à cada um dos seu servos:
No texto acima o apóstolo Paulo fala de uma revelação que ele teve, e foi uma revelação particular, na qual ele viu coisas que não foi permitido nos falar. Quando conhecemos a Deus, vivendo as experiências que ele nos permite, este mesmo Deus tem prazer de nos revelar coisas tremendas, e fazer em nossas vidas coisas gloriosas, e muitas delas são particulares, impar, somente para nós e ninguém mais. 
Vemos um outro exemplo, pois Jesus tinha doze apóstolos, mas apenas Pedro, Tiago e João o viram glorificado, e na mesma visão também viram Moisés e Elias, Mateus  17:1-4, obviamente que os demais apóstolos tinham vida com Deus, o apóstolo Estevão inclusive morreu pelo evangelho, mas aprouve a Deus, escolher apenas a estes três para lhes conceder esta experiência maravilhosa.

Conclusão
Alguém já disse que de nada vale termos o medicamento para uma enfermidade que temos, se não estivermos dispostos a tomá-lo, dependerá desta ação a cura. Jesus é o remédio para qualquer enfermidade, a solução para qualquer problema, no entanto, precisamos querê-lo, deseja-lo, conhecê-lo, nos relacionarmos com ele, para que ele traga transformação e solução às nossas vidas.
Vemos pelas citações acima, que aqueles que o fizeram, foram surpreendidos pelo agir de Deus em suas vidas, com bênçãos sem medidas.
Que Jesus, o Único Deus e Senhor abençoe sua vida, e que sejas também, benção na vida de outras pessoas.

Deixe seu comentário

Preencha os campos abaixo para comentar

Digite seu nome
Digite seu e-mail
Digite seu comentário
Igrejas que Militam na Obra em Restauração 2021 - Todos os Direitos Reservados